Produtores de Nazaré Paulista recebem Certificação Agroecológica

Agricultura, Pecuária e Abastecimento. - Terça-feira, 27 de Abril de 2021


Produtores de Nazaré Paulista recebem Certificação Agroecológica

O Secretário Agricultura e Abastecimento do Estado, Gustavo Junqueira entregou na quarta-feira(21) Certificados de Transição Agroecológica para os produtores Eloísa Pinheiro e Israel Junior do bairro Cuiabá e também Luís Cascaldi do Sítio Las Brisas no bairro Santa Luzia, ambos de Nazaré Paulista. O Certificado de Transição Agroecológica, atesta o processo gradual de mudanças do sistema produtivo convencional para o orgânico.

A cerimônia simbólica aconteceu nas instalações do Sítio Primavera, localizado no bairro do Cuiabá, e contou com a participação do Prefeito Murilo Pinheiro, Presidente da Câmara Municipal Celio A. Pinheiro, diretor de Agricultura e Abastecimento João Paulo Ramos, Engenheiro Agrônomo César Bagattini e Zootecnista Emanuel Haddad Perdão. 

Para o Prefeito Murilo Pinheiro, o trabalho da equipe da Casa da Agricultura é fundamental para amparar o agricultor no momento da transição. “Parabenizo o diretor de Agricultura e os nossos engenheiros deram suporte técnico para a estruturação do modelo de produção e na utilização de novas tecnologias”, comenta o Prefeito. 

CERTIFICADO DE TRANSIÇÃO AGROECOLÓGICA

O certificado de transição agroecológica atesta que os produtores que estão em processo de transição agroecológica, e é emitido para agricultores que receberam acompanhamento técnico e a visita de aplicação do checklist.

O certificado pode ser apresentado nos pontos de comercialização, como feiras, eventos, mercados e até mesmo para compras coletivas de grupos de consumidores e compras institucionais (públicas e privadas).

O certificado ao mesmo tempo é uma ferramenta de reconhecimento aos agricultores bem como de segurança para consumidores e estabelecimentos comerciais que adquirem esses produtos.

EXEMPLO DE SUCESSO EM NAZARÉ PAULISTA
Eloísa Pinheiro e Israel Junior são jovens agricultores, filhos e netos de agricultores que eram convencionais, assumiram o desafio da sucessão rural apoiada na agroecologia, optando por fazer a transição agroecológica pelo Protocolo.

Há dois anos eles começaram a eliminar o uso de defensivos e adubos químicos em sua produção de flores e olerícolas e iniciaram uma série de práticas para restaurar a fertilidade natural dos solos e diminuir a dependência dos insumos externos. Para isso, vêm contando com o apoio do extensionista César Bagatini, da Casa de Agricultura de Nazaré Paulista.

Com a pandemia, os produtores tiveram a renda reduzida em quase 90% e a única forma de se manter na atividade foi por meio da produção de alimentos, que já estavam em andamento junto com as flores. "A transição agroecológica foi a grande responsável por nos dar suporte nesse momento sendo possível comercializar nossos produtos com valor agregado e poder de mercado. Agora, Eloísa e Israel planejam, no pós-pandemia, realizar o plantio consorciado de flores e alimentos e a produção de frutas nativas em sistemas agroflorestais, além de buscar a certificação do sítio. 

O trabalho no Sítio Primavera pode ser conferido pelo Instagram @primaveraeco.

Prefeitura do Município de Interesse Turístico


Nazaré Paulista