Seu Navegador não tem suporte a esse JavaScript!
 
Nazaré Paulista
PORTAL DO CIDADÃO
MUNICÍPIO DE NAZARÉ PAULISTA
MUNICÍPIO DE NAZARÉ PAULISTA
Data: 03/04/2018 Hora: 17:03:45
Nazaré Paulista lança Manual de Boas Práticas na Utilização de Veículos da frota municipal

O município de Nazaré Paulista através do Departamento de Administração lançou um Manual de Boas Práticas na Utilização de Veículo Corporativo, com o objetivo conservá-los sempre e deixa-los sempre em boas condições de uso, prolongar a vida útil dos veículos, reduzir o risco de acidentes e promover economia.

“É importante lembrar que cabe ao servidor público zelar pelo bom estado dos veículos oficiais”, comentou o prefeito.

A manutenção preventiva visa garantir as boas condições do veículo, e evitar surpresas desagradáveis, como panes durante uma viagem. O Manual de Boas Práticas apresenta uma lista com os principais itens a serem verificados regularmente pelo usuário, sendo recomendado seguir as instruções:

I – Embreagem
Procurar não iniciar bruscamente a marcha, evitando arrancadas bruscas. Nunca sair com o veículo em segunda marcha. O desgaste da embreagem pode ser percebido pelo motorista quando o pedal se torna duro. Ao ser percebido alguma diferença na embreagem, comunique.

II – Freios
Os problemas mais comuns observados no sistema de frenagem são: desvio de rota na hora de frear, curso muito longo da alavanca de freio de mão, altura do pedal e constantes barulhos quando se pisa no freio. Caso observe alguma falha, comunique.

III – Para-brisa
Verificar o reservatório de água a cada abastecimento, completando com água quando for necessário. A borracha das palhetas do limpador deve estar macia e flexível. As palhetas devem ser trocadas se estiverem ressecadas em excesso, deixando riscos no vidro, se apresentarem trepidações quando da sua utilização, se estiverem rasgadas.

IV – Níveis de Óleo / Fluídos
Deve-se sempre verificar os níveis de óleo do motor, de fluído da direção hidráulica ao abastecer o veículo. Estes devem ser completados pelo usuário, caso necessário, e a nota deve ser entregue para a equipe base. A troca de óleo é feita a cada 5.000 ou 10.000 km, há uma etiqueta no vidro para-brisa indicando o km da próxima troca, verifique sempre antes de iniciar a viagem.

 

V – Pneus / Rodas
A calibragem dos pneus merece atenção especial. Calibre os pneus a cada abastecimento, ou 1 (uma) vez por semana.

Passar com velocidade um pouco mais elevada em buracos pode ser altamente prejudicial a todo o sistema de rodagem do veículo. Isso pode acabar entortando a roda, e possivelmente causando um furo no pneu.

Rodar com os pneus vazios também não é aconselhável. O balanceamento, alinhamento e rodízio dos pneus devem ser feitos a cada troca de óleo, (5.000 ou 10.000 km). Caso fure um pneu quando estiver utilizando o veículo, faça o reparo imediatamente. Caso observe algum problema, comunique.

 

VI – Ruídos
Muitas vezes, o veículo comunica-se através de ruídos incomuns quando apresenta algum problema, dando pistas ao condutor de como e onde agir. É preciso saber reconhecer essas pistas de modo a agir antes que o problema ganhe proporções maiores, e venha a causar maiores gastos.

Ao dar a partida no veículo, atentar para um comportamento anormal, como ruídos de peças metálicas chocando-se umas com as outras, associado a fortes trepidações do veículo. Esse comportamento pode ser um indicador que o sistema de escapamento, protetor do cárter ou dispositivos de sustentação do motor e câmbio apresentam problemas. Se o ruído for semelhante a peças soltas no veículo, acompanhado de desgaste irregular nos pneus e trepidações no volante, comunique.

VII – Segurança
Os equipamentos de segurança do veículo devem ser checados regularmente, para que possam cumprir suas tarefas adequadamente.

No caso dos cintos de segurança, deve-se observar se há desgaste no cinto e se o fecho está travando adequadamente. Como é um item obrigatório para todos os ocupantes do veículo, todos os cintos devem estar à disposição dos ocupantes, inclusive os dos bancos traseiros.

O macaco, chave de roda e o triângulo de segurança devem ser verificados e devem estar em perfeitas condições. Quanto ao extintor de incêndio, sua validade deve ser checada e, se necessário, a substituição, comunique.

MANTENHA O VEÍCULO SEMPRE LIMPO.

Ao devolver o veículo, retire todos os seus pertences, inclusive seus EPI's e lixo (como garrafas de água, papéis, etc.).

- Ao utilizar o veículo, anote na agenda a quilometragem inicial e a quilometragem final ao devolver o veículo.

- Anote na agenda qualquer avaria encontrada no veículo.

- Nos finais de semana o veículo deverá permanecer na empresa. O veículo deve ser entregue na empresa todos os dias ao final do expediente, e as chaves entregues para a equipe base.

- Dirija sempre com cautela, as multas são sempre de responsabilidade do condutor.

 

 

Nazaré Paulista lança Manual de Boas Práticas na Utilização de Veículos da frota municipal

 

 

 

Enviar esta notícia para um amigo

Reportar erro

Data: 03-04-2018 17:03:45